Barras e Geis Distinguir para saber usar - ROPE - Reabilitação e Otimização de Performance
846
post-template-default,single,single-post,postid-846,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.6,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.1,vc_responsive

Barras e Geis Distinguir para saber usar

Barras e Geis Distinguir para saber usar

O que saber para poder escolher:

Teor de Hidratos de Carbono

Geralmente, as barras com maior teor deste alimento são indicadas para serem ingeridas em momentos em que é necessário ter HC rapidamente disponíveis para o exercício. Podem ser usadas tanto antes como após o exercício, assim como durante provas mais longas, de acordo com as preferências e tolerância individual.

Barras com um menor teor ou isentas de hidratos de carbono, poderão ser boas opções para atletas em processos de emagrecimento como snack em refeições intermédias.

Teor de Lípidos/Gorduras

Geralmente é o macronutriente que deverá estar em menor quantidade na tabela nutricional do alimento para quase todos os usos. No entanto, nos atletas que realizem provas de longa duração, o seu contributo poderá ser importante para se atingir a ingestão energética alvo, desde que os teores de hidratos de carbono sejam cumpridos.

Teor de Proteína

Geralmente são usadas com um teor maior deste macronutrientes nos momentos peri-treino de forma a estimularem a síntese proteica e consequente aumento/preservação da massa muscular. Atletas mais jovens e leves deverão procurar barras com teor de proteína a rondar os 20g, por outro lado, atletas experientes, de idade avançada, deverão optar por barras com um teor mais próximo dos 40g. Eventualmente, alguns ultramaratonistas podem usá-las para reduzir a sensação de fome durante a prova, desde que devidamente testado em treino e que não cause desconforto GI. Na utilização das barras como fonte de energia, deverão ser procuradas aquelas que têm o menor teor possível deste macronutriente.

O Teor e textura da barra devem ser tidos em consideração pelos atletas, ou em momentos em que seja necessário ingerir uma elevada quantidade de energia, uma vez que induzem uma drástica redução da sensação de fome.

 

Teor de Sódio

O Sódio é um eletrólito que retém água e é essencial à contração muscular. A hiponatremia (baixa concentração sanguínea) é motivo de abandono de prova em muitos atletas. Geralmente, as recomendações de ingestão de sódio relacionam-se com a ingestão hídrica e são da ordem dos 20-50 mEq/L (460mg a 1,15g).

Lista de Ingredientes– a lista de ingredientes fornece algumas indicações extra sobre a composição das barras e géis, como por exemplo, a origem/tipo de HC incluídos, de extrema utilidade para provas superiores a 2,5 horas.

Teor de Cafeína– Mais comum nos géis, a cafeína tem efeito ergogénico, comprovado no que toca à redução de sensação de fadiga e aumento da capacidade de trabalho numa gama alargada de modalidades desportivas, mesmo em baixas doses. Pessoas mais sensíveis à cafeina deverão procurar barras/géis com doses de cerca de 1-3 mg/kg (70-210 mg numa pessoa de 70kg), para atletas mais experientes 3-6 mg/kg poderá ser o indicado…desde que consiga dormir na noite seguinte J

Informação alergénica– Se tiver algum tipo de intolerância ou alergia alimentar, esta secção é de elevado relevo para não ter nenhuma reação alérgica aos ingredientes do suplemento.

No Comments

Post A Comment