ROPE - Reabilitação e Otimização de Performance
795
post-template-default,single,single-post,postid-795,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.6,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.1,vc_responsive

Qual o calçado ideal para bebés e crianças?

Qual o calçado ideal para bebés e crianças?

São tantos os modelos de sapatos infantis disponíveis no mercado que, por vezes, torna-se complicado escolher. O que precisa mesmo de saber é que o sapato do seu filho precisa ser confortável, funcional e proporcionar um crescimento saudável.

 

O primeiro sapato antes da criança começar a dar os primeiros passos só serve para aquecer e proteger. Nos meses iniciais de vida, os pés têm muita cartilagem, pele muito sensível e unhas frágeis como papel, por isso, sapatos muito duros podem comprimir ou causar desconforto ao bebé. Opte por aqueles que são mais parecidos com meias,leves e sem costuras que possam magoar o seu filho. Ideal mesmo será andar com meias nos primeiros meses de vida.

Quando o seu filho inicia o gatinhare passa para os primeiros passos, o fator mais importante é a sua estabilidade. O bebé precisa sentir firmeza e segurança para iniciar e se aventurar na marcha.

Um elemento importante é a sola do sapato, esta deve ser, ao mesmo tempo, resistente e flexível, para acompanhar os movimentos dos pés. Isso significa que deve evitar tanto os modelos com sola grossa, mas, também, os finos que quase não oferecem estabilidade entre o pé e o chão. Como os pés são a base de sustentação do corpo, uma sola má pode causar, a longo prazo, sobrecarga para os joelhos e coluna. Quanto mais concavidades tiver a sola, melhor, uma vez que facilitam o atrito com o chão e evitam quedas e escorregões, típicos dos primeiros passos. Nos primeiros meses de vida os materiais de eleiçãodevem ser leves e maleáveis, como tecido ou lona. Após a iniciação do caminhar, materiais como pele, couro natural ou tecidos, que permeabilizem a transpiração dos seus pés devem ser opção.

Opte por modelos com reforço no calcanhar, que deve ser a zona mais resistente do sapato, até aos 5 anos a criança. Nesta fase de intenso desenvolvimento motor, essa parte precisa de ser a mais resistente para ajudar a estabilizar os pés, evitando que eles virem para dentro ou para fora. Apalpe sempre esta zona na altura de compra de novos sapatos para o seu filho.

O contacto com vários tipos de solo, oandar descalço, no frio, quente, terra, relva, etc., é um ótimo exercício de sensibilidade e propriocetividade para a criança, já que os pés estão cheios de pontos sensíveis. Sentir as diferenças de temperatura /textura dos locais onde pisa pode ser um exercício de autoconhecimento. No verão, pode andar descalço, aproveitar a areia da praia e, no inverno, pode calçar meias antiderrapantes para andar em casa.

É comum os filhos mais novos usarem as roupas dos mais velhos, mas, no que toca a reciclar sapatos,não é recomendado. Cada pessoa tem um tipo de caminhar que é só seu e, com o uso, ela deixa a sua forma no sapato. Herdar uma peça que já está marcada e adaptada por outra pessoa pode ser desconfortável e, mesmo, causar deformações, flictenas (bolhas) ou outras alterações dérmicas e ungueais. Lembre-se que as crianças transpiram muito dos pés, por isso, para evitar este contágio não recicle sapatos de uns para os outros. É, ainda, importante guardar os sapatos em local seco e arejável.

O que interessa é o bem-estar da criança, por isso, na hora de comprar um par de sapatos não ligue só à beleza do modelomas tenha sobretudo em atenção estas dicas que partilhamos. Procure sempre o que melhor se adequa ao seu filho e deixe a moda e o estilo para os dias especiais. De ressalvar que, caso a criança use palmilhas de correção, deve optar por calçado que seja confortável já com o uso da palmilha. Não é necessário, na maior parte das vezes, comprar o tamanho acima, mas caso a criança necessite não há qualquer inconveniente.

Caminhar de forma segura e confortável é muito importante e este cuidado deve começar desde cedo.

 

Equipa de Podologia e Biomecânica

No Comments

Post A Comment