Dicas para um bom calçado
ROPE

ROPE

12 dicas para escolher um bom calçado

Um dos aspetos fundamentais para a saúde dos pés é a escolha do calçado. Assim, é importante saber qual o calçado a usar para evitar possíveis problemas, lesões, dores ou incómodos e ter em conta que a escolha dos sapatos dependerá sempre da finalidade de uso.

Por isso, seleccionamos algumas dicas detalhadas dos nossos profissionais de Podologia que deves ter em conta na hora de comprar o teu calçado.

Dicas úteis para escolher um bom calçado

1. Adequa o sapato para a atividade que vais desempenhar e para o clima que vais encontrar. Tem sempre em conta, por exemplo, o peso e volume do teu pé;

2. Uma vez que o pé vai dilatando ao longo do dia, deves comprar sapatos novos sempre no final do dia;

3. As costuras do sapato não devem coincidir com proeminências ósseas e cicatrizes;

4. A biqueira do sapato deve ser arredondada, porque desta forma não há sobreposição dos dedos. Os sapatos bicudos, por exemplo, triangulam o pé na zona anterior;

5. O calçado deve respeitar a largura e comprimento do pé;

6. Verifica a flexibilidade dos sapatos, pois o contraforte deve ser rígido, a biqueira arredondada e a sola resistente. Por outro lado, não uses solas demasiado finas;

7. A altura ótima do salto alto deve ser até aos 4 cm, porque permite um bom funcionamento dos membros inferiores. Se for acima deste valor, estarás a sobrecarregar a zona anterior dos pés. O salto deve, também, ser largo.

8. Na criança, o salto não deve ser maior do que 1,5 cm para não prejudicar os pés e o desenvolvimento da coluna vertebral;

9. O material de eleição é a pele ou o couro natural, porque são materiais flexíveis e transpiráveis;

10. Os sapatos que se usam para trabalhar devem ter algumas características importantes e devem ser desenvolvidos sobre alguns critérios ergonómicos. Assim sendo, a sola deve proporcionar conforto e elevada resistência ao desgaste, deve ser leve e confortável para dissipar a carga estática e ser antiderrapante;

11. Caso sejas um amante da corrida, privilegia as sapatilhas com boa capacidade amortecedora para absorção de impactos e com um drop (declive da sola) de 1 a 1,5 cm, para ajudar na prática desportiva;

12. No caso de trabalhares em locais em que passas várias horas em pé, deves optar por calçado com uma boa resistência, mas maleável.

Conclusão

Investir num bom calçado é investir na saúde, uma vez que o uso de calçado adequado é fundamental para evitar possíveis lesões, tensões musculares e problemas nos pés.

Emília Ribeiro, Podologista

Outros artigos:

Exercício físico e o cérebro

9 parâmetros que podemos avaliar na consulta da coluna

Exercícios para fortalecer e relaxar os pés sem sair de casa

Partilhar este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

MARCAR SESSÃO

Respondemos a qualquer dúvida ou questão que possas ter.

RECEBE TODAS AS NOSSAS NOVIDADES!

SÊ O PRIMEIRO SABER: